Ilha Terceira

A Terceira é uma das nove ilhas dos Açores, integrante do chamado “Grupo Central”. Primitivamente denominada como Ilha de Nosso Senhor Jesus Cristo das Terceiras, foi em tempos o centro administrativo das Ilhas Terceiras, como era designado o arquipélago dos Açores. A designação Terceiras aplicava-se a todo o arquipélago do Açores visto ter sido o terceiro arquipélago descoberto no Atlântico. Com o avançar dos anos esta ilha passou a ser conhecida apenas por Ilha Terceira. Ao longo de sua história, a Terceira desempenhou um papel de grande importância no estabelecimento e manutenção do Império Português, devido à sua localização geoestratégica em pleno Atlântico Norte.

Área: 400,6 km²
Elevação: 1 021 m
População: 56 437 (2011)

Começou a ser povoada no século XV, tendo-se desenvolvido de forma consistente desde então, muito devido à sua localização geográfica.

Mas o que torna a Terceira tão especial é o magnífico contraste entre a beleza natural desta ilha vulcânica e o admirável trabalho do homem no centro histórico de Angra do Heroísmo, a sua capital, fundada em 1534, primeira localidade dos Açores a ser elevada a cidade e classificada Património Mundial pela UNESCO. Aliás, o título “Muito Nobre, Leal e Sempre Constante” atribuído a esta cidade realça a importância que teve ao longo da História de Portugal. A baía de Angra ganhou grande relevância não só como entreposto comercial interno dos produtos regionais produzidos nas demais ilhas, como assumiu ainda maior protagonismo como escala intercontinental para as naus que navegavam entre a Europa e as Américas e Índia.

Observado do Alto da Memória ou do miradouro do Monte Brasil, o centro histórico de Angra do Heroísmo é um testemunho dos reis e dos nobres que por ali passaram, deixando para trás uma bela arquitetura que se estende num rendilhado de ruas, ruelas, igrejas, palácios, casas senhoriais, monumentos, praças e jardins, que foi preservado até aos dias de hoje.

Não podemos deixar de visitar os fortes de São Sebastião e de São João Baptista, exemplos singulares de uma arquitetura militar com mais de 400 anos, a Sé Catedral, do século XVI considerada o maior templo do arquipélago dos Açores, o Palácio dos Capitães-Generais, os Paços do Concelho, a Igreja de São Gonçalo, o Palácio Bettencourt, o Museu de Angra, localizado no antigo convento de S. Francisco, e o Jardim Duque da Terceira, com variadas espécies bem cuidadas, entre outros monumentos.

A partir de Angra podemos explorar a zona costeira da ilha. Vale a pena fazer o passeio de carro até à Praia da Vitória, tendo como pano de fundo os Ilhéus das Cabras, passando pela Baía da Salga e pelas praias de areia negra cercadas por falésias, como Porto Novo. Nesta cidade com um extenso e abrigado areal que constitui uma das mais acolhedoras praias dos Açores, a riqueza do seu património arquitetónico concentra-se sobretudo na Igreja Matriz, e ainda no Forte de Santa Catarina, um dos muitos que foram construídos para defesa da baía da Praia. De referir a casa do escritor Vitorino Nemésio, que na sua obra literária evocou constantemente o arquipélago onde nasceu. Do ponto de vista panorâmico, o miradouro Riviera, na ponta do Cabo, oferece uma excelente vista sobre a cidade e sobre a costa.

Continuando a volta à ilha pela estrada litoral, podemos visitar Agualva com a sua ribeira e azenhas, Biscoitos, zona onde se produz o afamado Vinho Verdelho, onde se visita o Museu do Vinho e a zona balnear com piscinas naturais, tal como na Ponta do Queimado. Passamos a seguir pela Mata da Serreta, um parque florestal com exuberante vegetação e excelente miradouro sobre o mar e sobre Doze Ribeiras, popular zona balnear já próxima da cidade de Angra de Heroísmo.

Na Estrada das Doze Ribeiras, temos acesso ao ponto mais alto da ilha, a Serra de Santa Bárbara com 1.021 m de altitude, donde se tem uma vista espetacular não só sobre grande parte da costa sul da ilha, como também para a belíssima cratera da Caldeira de Santa Bárbara, classificada, pelo seu valor botânico, científico e paisagístico, como Reserva Florestal Natural.

Conhecida muitas vezes por a ilha festiva, na Terceira podemos encontrar durante todo o ano um rico calendário de celebrações religiosas ou tradicionais, bem como diversas instituições e agremiações culturais, grupos de teatro e locais de exposição temporárias ou permanentes que contribuem para a promoção da cultura da ilha.

Por todas estas razões, esperamos que não visite esta ilha apenas na sua terceira visita aos Açores.

Pontos de interesse:
Angra do Heroísmo
Museu de Angra do Heroísmo
Igreja do Colégio de Angra do Heroísmo
Castelo de São João Baptista
Palácio dos Capitães Generais
Museu do Vinho dos Biscoitos
Marina de Angra
Marina da Praia da Vitória
Clube de Golfe da Ilha Terceira

Registe-se na nossa NEWSLETTER

Subscreva a nossa newsletters para receber todas as nossas novidades e ofertas agora e saiba em primeira mão, todas as campanhas especiais que a Mordomo24Travel tem para os seus cliente especiais!
    SUBSCREVA
    Concordo com os termos e condições